[:pb]Olá pessoal! Hoje rolou uma brincadeirinha onde eu falei das diferenças dos dois países e o que nós temos no Brasil que seria bacana ter no Estados Unidos também. Espero que gostem! Dá play:

Eaí, gostaram? Se quiserem um vídeo de hábitos americanos que deveriam ser exportados para o Brasil, me conta aqui embaixo! Preciso do seu feedback![:en]Olá pessoal! Hoje rolou uma brincadeirinha onde eu falei das diferenças dos dois países e o que nós temos no Brasil que seria bacana ter no Estados Unidos também. Espero que gostem! Dá play:

Eaí, gostaram? Se quiserem um vídeo de hábitos americanos que deveriam ser exportados para o Brasil, me conta aqui embaixo! Preciso do seu feedback![:]

11 Comentários

Você também poderá gostar de:

[:pb]capa

Se você tem estômago fraco, já aviso que o post de hoje tem imagens fortes. (chocado) Mas se por outro lado você goste de descobrir mais sobre outras culturas, prometo que vale o esforço. Na semana passada eu e o Chris fomos assistir ao desfile de um dos eventos mais importantes do país: o Festival Vegetariano aqui em Phuket, na Tailândia. Confesso que assistir ao desfile foi bem legal e pouco assustador. Tinha uma espécie de fogos de artifício que eles jogavam no chão e aquilo tinha um cheiro forte e deixava o ar totalmente branco. Tirando isso, foi bem interessante no geral, e o que mais me colocava medo era assistir as pessoas com ferramentas perfuradas no corpo. Durante o evento foi bem tranquilo, apesar de achar tudo muito estranho, não chegou a me afetar. Só quando eu fui ver as fotos em casa que me senti enjoada com a situação toda, no entanto, tradição é tradição.

1

2

3

4

5

6

O festival acontece no nono mês do calendário chinês e apesar de eu ainda não entender muito bem como a coisa toda funciona, sei que eles acreditam que oferecer comida, bebidas e perfurações corporais faz com que elesobtenham paz e saúde, livrando-os dos espíritos malígnos ou de má sorte.  As pessoas que participam dizem que não sentem dor (HÁ, TA BOM!) pois os espíritos tomam conta do corpo deles. Além das perfurações “normais” com lanças e espadas também tem gente que perfura a bochecha com cano de bicicleta, revólver e até canos! Além disso também há quem ande descalço em cima de brasa/fogo, mas este último eu não fui assistir.

8

9

10

11

12

13

15

16

Para a alegria de vocês, eu gravei um vlog mostrando tudo  sobre o festival bem de pertinho e contando alguns detalhes sobre a organização e tal. Vou editá-lo e provavelmente vá para o canal no domingo, pois será um complemento desse post.  Caso você queira ver mais fotos do festival, é só clicar aqui para conferir o álbum.

Agora me conta: você sabia sobre esse festival? Gostou de conhecer um pouquinho mais da cultura? Como se sentiu vendo as fotos? Vamos conversar, porque eu adooooorooo contar as coisas pra vocês![:en]capa

Se você tem estômago fraco, já aviso que o post de hoje tem imagens fortes. (chocado) Mas se por outro lado você goste de descobrir mais sobre outras culturas, prometo que vale o esforço. Na semana passada eu e o Chris fomos assistir ao desfile de um dos eventos mais importantes do país: o Festival Vegetariano aqui em Phuket, na Tailândia. Confesso que assistir ao desfile foi bem legal e pouco assustador. Tinha uma espécie de fogos de artifício que eles jogavam no chão e aquilo tinha um cheiro forte e deixava o ar totalmente branco. Tirando isso, foi bem interessante no geral, e o que mais me colocava medo era assistir as pessoas com ferramentas perfuradas no corpo. Durante o evento foi bem tranquilo, apesar de achar tudo muito estranho, não chegou a me afetar. Só quando eu fui ver as fotos em casa que me senti enjoada com a situação toda, no entanto, tradição é tradição.

1

2

3

4

5

6

7

O festival acontece no nono mês do calendário chinês e apesar de eu ainda não entender muito bem como a coisa toda funciona, sei que eles acreditam que oferecer comida, bebidas e perfurações corporais faz com que elesobtenham paz e saúde, livrando-os dos espíritos malígnos ou de má sorte.  As pessoas que participam dizem que não sentem dor (HÁ, TA BOM!) pois os espíritos tomam conta do corpo deles. Além das perfurações “normais” com lanças e espadas também tem gente que perfura a bochecha com cano de bicicleta, revólver e até canos! Além disso também há quem ande descalço em cima de brasa/fogo, mas este último eu não fui assistir.

8

9

10

11

12

13

15

16

Para a alegria de vocês, eu gravei um vlog mostrando tudo  sobre o festival bem de pertinho e contando alguns detalhes sobre a organização e tal. Vou editá-lo e provavelmente vá para o canal no domingo, pois será um complemento desse post.  Caso você queira ver mais fotos do festival, é só clicar aqui para conferir o álbum.

Agora me conta: você sabia sobre esse festival? Gostou de conhecer um pouquinho mais da cultura? Como se sentiu vendo as fotos? Vamos conversar, porque eu adooooorooo contar as coisas pra vocês![:]

34 Comentários

Você também poderá gostar de:

capa

Antes de tudo eu vou pedir milhões de desculpas pela qualidade da foto. Sei que vocês estão acostumados com arquivos de qualidade, mas quando o assunto é passear, fica difícil levar uma mochila enorme com a câmera e todos aqueles equipamentos caros. Mas também não dá pra deixar de contar essa experiência incrível pra vocês!

Quando eu via no facebook fotos de cinemas que mais pareciam um quarto com cama e cobertor eu não acredita que eles realmente existissem. Porém, no final de semana passado eu pude ter certeza. SIM, ELE EXISTE GENTE!!!!

O Chris, meu namorado, já tinha comentado comigo sobre esse lugar mas eu não imaginava que ele era tãaaaoooo legal! Logo que você chega para comprar os ingressos já percebe que é completamente diferente. Fica numa parte mais privada do shopping, totalmente aconchegante, chiquéeeerrima e se me jogassem lá dentro sem eu saber o que era, juro que falaria que estava na entrada de um hotel.

1

2

3

4

Pra começar eu já estava impressionada com o tamanho do shopping, porque dos que eu conhecia nenhum era tão grande quanto esse. Depois do choque inicial com a sala de espera do cinema vieram os serviços. Chegamos uma hora antes do filme e eles resolveram começar a nos servir. Outra coisa legal é que o shopping tem 3 horas de wifi grátis por dia, então já ajudava a passar o tempo. Depois dos drinks, os funcionários do cinema montaram uma mesa com vários aperitivos para nós. Até então éramos os únicos clientes e o limite de cada sala onde rola os filmes é de 24 acentos mais ou menos. Ou seja, quase nada de pessoas! Isso tudo porque como o nome já diz, é um tratamento especial então é um número limitado mesmo.

5

6

7

 Agora vem a melhor parte: as poltronas são bem afastadas uma da outra. Geralmente são duas poltronas juntas, algumas com encosto no meio e outras sem (aí da pra você abusar do namorado e deitar em cima dele) e em alguns casos há 3 poltronas juntas. Elas inclinam e praticamente viram uma cama. Depois os funcionários passam entregando os cobertores e abastecendo a mesinha com pipoca e drinks. Tudo está incluso no seu bilhete. Nós pagamos 700 baht cada ingresso, que dá por volta de 50 reais. Se você for levar em consideração todo o serviços e tudo que está incluso, não sai tão caro. Compare com os preços do Brasil para não estudantes em filmes 3D!

Outra coisa que eu preciso falar: antes dos filmes é comum todo mundo levantar. Rola uma espécie de “hino” em respeito ao Rei com algumas imagens na tela. Um mini filme, sabe? Achei bem estranha a situação porque não faz parte da minha cultura, mas é uma coisa curiosa para se contar!

8

9

10

Eaí, gostou? Tenho certeza que você ficou morreeeeeeendo de vontade de conhecer, né? Eu por exemplo já estou contando os dias pra voltar! Me contem ai nos comentários o que acharam, se já foram em um cinema desse estilo e se tiverem alguma dúvida também sintam-se a vontade pra falar. Tentei deixar o post o mais completo possível pra vocês!  (mega feliz)

35 Comentários

Você também poderá gostar de: