[:pb]YT

É, nojento eu sei. Já começo admitindo (e avisando!) que se você tem estômago fraco é melhor pular algumas partes hahahahaahahahaha.

Quando estava com a viagem marcada para a Tailândia fui desafiada a comer insetos quando estivesse por aqui. Lembro que ainda no Estados Unidos eu jurava de pé junto que jamais faria isso e que definitivamente não era capaz. Porém, quem tá na chuva é pra se molhar, e já que é Larissa na estrada, então eu tinha que, algum dia, dar o braço a torcer em nome do blog e das minhas aventuras, né?

ist

Eu sou aquele tipo de pessoa que precisa fazer as coisas na adrenalina, sem pensar demais, sabe? Se não eu desisto! E  foi assim aconteceu tudo isso. Depois que cheguei em casa e fui rever o vídeo e as fotos fiquei me questionando como é que eu consegui, porque caraca, é muito bizarro! Mas olha, é mais assustador e nojento olhando de fora. Não é a coisa mais deliciosa do mundo, claro, mas é comestível. Digo, se for o último alimento do mundo, todo mundo consegue! A larva parece batata frita, e o grilo não tem um sabor específico. A parte chata do grilo é que as asas dele ficavam na garganta e era difícil engolir, parecia casca de amendoin hahahahaha. Agora, se tem algo que eu não tive coragem MESMO de comer, foi a tal barata. Ai é abusar demais da minha loucura, né? Agora da o play e pode rir a vontade da furada que eu me enfiei:

Eai, você teria coragem? Por uma aposta, pelo seu blog ou seilá, se fosse a última comida da face da terra? Me conte nos comentários se você seria capaz e se sobreviveu assistindo o vídeo hahahaha.

Observação: me desculpe pela qualidade e posição do vídeo, estava bem escuro e pra ajudar o meu câmera man era péssimo, não fez do jeito que cabe na janelinha do youtube e se fosse cortado na edição iria esconder muita coisa. Enfim, me perdoe, porque eu não vou comer de novo só pra fazer um vídeo melhor hahahahahahahaahahhahahah.[:en]YT

É, nojento eu sei. Já começo admitindo (e avisando!) que se você tem estômago fraco é melhor pular algumas partes hahahahaahahahaha.

Quando estava com a viagem marcada para a Tailândia fui desafiada a comer insetos quando estivesse por aqui. Lembro que ainda no Estados Unidos eu jurava de pé junto que jamais faria isso e que definitivamente não era capaz. Porém, quem tá na chuva é pra se molhar, e já que é Larissa na estrada, então eu tinha que, algum dia, dar o braço a torcer em nome do blog e das minhas aventuras, né?

ist

Eu sou aquele tipo de pessoa que precisa fazer as coisas na adrenalina, sem pensar demais, sabe? Se não eu desisto! E  foi assim aconteceu tudo isso. Depois que cheguei em casa e fui rever o vídeo e as fotos fiquei me questionando como é que eu consegui, porque caraca, é muito bizarro! Mas olha, é mais assustador e nojento olhando de fora. Não é a coisa mais deliciosa do mundo, claro, mas é comestível. Digo, se for o último alimento do mundo, todo mundo consegue! A larva parece batata frita, e o grilo não tem um sabor específico. A parte chata do grilo é que as asas dele ficavam na garganta e era difícil engolir, parecia casca de amendoin hahahahaha. Agora, se tem algo que eu não tive coragem MESMO de comer, foi a tal barata. Ai é abusar demais da minha loucura, né? Agora da o play e pode rir a vontade da furada que eu me enfiei:

Eai, você teria coragem? Por uma aposta, pelo seu blog ou seilá, se fosse a última comida da face da terra? Me conte nos comentários se você seria capaz e se sobreviveu assistindo o vídeo hahahaha.

Observação: me desculpe pela qualidade e posição do vídeo, estava bem escuro e pra ajudar o meu câmera man era péssimo, não fez do jeito que cabe na janelinha do youtube e se fosse cortado na edição iria esconder muita coisa. Enfim, me perdoe, porque eu não vou comer de novo só pra fazer um vídeo melhor hahahahahahahaahahhahahah.[:]

57 Comentários

Você também poderá gostar de:

[:pb]capa

Se você tem estômago fraco, já aviso que o post de hoje tem imagens fortes. (chocado) Mas se por outro lado você goste de descobrir mais sobre outras culturas, prometo que vale o esforço. Na semana passada eu e o Chris fomos assistir ao desfile de um dos eventos mais importantes do país: o Festival Vegetariano aqui em Phuket, na Tailândia. Confesso que assistir ao desfile foi bem legal e pouco assustador. Tinha uma espécie de fogos de artifício que eles jogavam no chão e aquilo tinha um cheiro forte e deixava o ar totalmente branco. Tirando isso, foi bem interessante no geral, e o que mais me colocava medo era assistir as pessoas com ferramentas perfuradas no corpo. Durante o evento foi bem tranquilo, apesar de achar tudo muito estranho, não chegou a me afetar. Só quando eu fui ver as fotos em casa que me senti enjoada com a situação toda, no entanto, tradição é tradição.

1

2

3

4

5

6

O festival acontece no nono mês do calendário chinês e apesar de eu ainda não entender muito bem como a coisa toda funciona, sei que eles acreditam que oferecer comida, bebidas e perfurações corporais faz com que elesobtenham paz e saúde, livrando-os dos espíritos malígnos ou de má sorte.  As pessoas que participam dizem que não sentem dor (HÁ, TA BOM!) pois os espíritos tomam conta do corpo deles. Além das perfurações “normais” com lanças e espadas também tem gente que perfura a bochecha com cano de bicicleta, revólver e até canos! Além disso também há quem ande descalço em cima de brasa/fogo, mas este último eu não fui assistir.

8

9

10

11

12

13

15

16

Para a alegria de vocês, eu gravei um vlog mostrando tudo  sobre o festival bem de pertinho e contando alguns detalhes sobre a organização e tal. Vou editá-lo e provavelmente vá para o canal no domingo, pois será um complemento desse post.  Caso você queira ver mais fotos do festival, é só clicar aqui para conferir o álbum.

Agora me conta: você sabia sobre esse festival? Gostou de conhecer um pouquinho mais da cultura? Como se sentiu vendo as fotos? Vamos conversar, porque eu adooooorooo contar as coisas pra vocês![:en]capa

Se você tem estômago fraco, já aviso que o post de hoje tem imagens fortes. (chocado) Mas se por outro lado você goste de descobrir mais sobre outras culturas, prometo que vale o esforço. Na semana passada eu e o Chris fomos assistir ao desfile de um dos eventos mais importantes do país: o Festival Vegetariano aqui em Phuket, na Tailândia. Confesso que assistir ao desfile foi bem legal e pouco assustador. Tinha uma espécie de fogos de artifício que eles jogavam no chão e aquilo tinha um cheiro forte e deixava o ar totalmente branco. Tirando isso, foi bem interessante no geral, e o que mais me colocava medo era assistir as pessoas com ferramentas perfuradas no corpo. Durante o evento foi bem tranquilo, apesar de achar tudo muito estranho, não chegou a me afetar. Só quando eu fui ver as fotos em casa que me senti enjoada com a situação toda, no entanto, tradição é tradição.

1

2

3

4

5

6

7

O festival acontece no nono mês do calendário chinês e apesar de eu ainda não entender muito bem como a coisa toda funciona, sei que eles acreditam que oferecer comida, bebidas e perfurações corporais faz com que elesobtenham paz e saúde, livrando-os dos espíritos malígnos ou de má sorte.  As pessoas que participam dizem que não sentem dor (HÁ, TA BOM!) pois os espíritos tomam conta do corpo deles. Além das perfurações “normais” com lanças e espadas também tem gente que perfura a bochecha com cano de bicicleta, revólver e até canos! Além disso também há quem ande descalço em cima de brasa/fogo, mas este último eu não fui assistir.

8

9

10

11

12

13

15

16

Para a alegria de vocês, eu gravei um vlog mostrando tudo  sobre o festival bem de pertinho e contando alguns detalhes sobre a organização e tal. Vou editá-lo e provavelmente vá para o canal no domingo, pois será um complemento desse post.  Caso você queira ver mais fotos do festival, é só clicar aqui para conferir o álbum.

Agora me conta: você sabia sobre esse festival? Gostou de conhecer um pouquinho mais da cultura? Como se sentiu vendo as fotos? Vamos conversar, porque eu adooooorooo contar as coisas pra vocês![:]

34 Comentários

Você também poderá gostar de: