[:pb]

Olá pessoal! Bom, este é o meu primeiro natal em solo americano. E vou falar: foi mega especial!
Claro que senti uma saudade absurda da minha família, afinal, mesmo que em casa a gente não tenha o costume de celebrar o Natal como os americanos celebram, pra mim, continua sendo uma data super especial para reunir a família, trocar presentes e comer. Acho que isso deveria ser feito todos os dias, mas com a rotina que cada um de nos assume depois de grande, nem sempre o relógio é nosso amigo, eai nos perdemos no tempo e deixamos passar coisas simples como essas.
 
Bom, o natal aqui é comemorado em dois dias. Vale lembrar que em muitos lugares no Brasil pode ser feito dessa maneira também, e, até na minha casa nos comemoramos. Mas aqui é bem mais intenso. Eu me sentia em um filme de sessão da tarde. 
 
Na noite do dia 24, nos reunimos na casa da irmã mais velha do Chris com alguns amigos da família. Tinha bastante comida, karaoke, e muitos presentes. (eu ganhei chocolate a rodo, hehehe).
Fui dormir super tarde para acordar tarde no dia seguinte. Eu sou o tipo de pessoa que detesta esperar, principalmente quando envolve breakfast americano e presente. Curiosidade e’ meu sobrenome. Então, levantei por volta das 10.
A mãe do Chris montou uma mesa bem bonitinha para nosso café. 
Adivinha? Bacon, ovos, batata e bagels. Bagels é um tipo de pão e acha em qualquer lugar de NY!
_______
Esses são as nossas meias de natal. Cada morador da casa tem uma meia dessas, com doces, chocolates e gift cards. Os meus tinham alem das guloseimas, gift cards do subway e michael, que é uma loja de artesanato que eu amo daqui!
_____
 
Esta é a nossa árvore de natal, que eu já mostrei lá no FB. Linda ne? A maioria dos presentes já tinha saído. Aqui eles tem o costume de dar presente para todo mundo. Desde a dona do salão de beleza, até a mulher que faz a sua unha. 
_____
 
Preciso contar uma coisa para vocês: Todo munda já tinha recebido milhões de presentes. As crianças tinham um saco enorme recheado de coisas, por exemplo. Eu estava com 3 do meu lado, louca para abrir, mas ninguém deixava. A desculpa era que tinha que esperar e esperar e esperar. De repente, a Jordyn, outra irmã do Chris, disse: De quem são esses presentes? LARISSA!!! SÃO DA LARISSAAAA!!!
 
Atras desse monte tinha mais quatro caixas com sneakers. Galera, foi muita coisa! Eu nunca ganhei tanta coisa de uma só vez. Mais da metade foi o próprio Chris que me deu, e o restante as irmãs e os pais. Eu chorei, chorei e chorei. O pai do Chris chorou junto comigo, porque ele sabia que era um natal diferente. 
 
 
Falando em pai do Chris..
 
 
Ele ganhou alguns presentinhos como blusa e coisas pequenas. Depois que todo mundo tinha aberto seus presentes, o Chris e o Petter foram buscar o REAL presente do Dad Meyer. Na verdade, ele ganhou uma TV de 60 polegadas, e essa foi a reação dele quando ele percebeu o que era:
Me contem nos comentários sobre o natal de vocês pessoal!
Estou curiosíssima para saber!!
 
Prometo responder todo mundo, beijo. 

[:en]

Olá pessoal! Bom, este é o meu primeiro natal em solo americano. E vou falar: foi mega especial!
Claro que senti uma saudade absurda da minha família, afinal, mesmo que em casa a gente não tenha o costume de celebrar o Natal como os americanos celebram, pra mim, continua sendo uma data super especial para reunir a família, trocar presentes e comer. Acho que isso deveria ser feito todos os dias, mas com a rotina que cada um de nos assume depois de grande, nem sempre o relógio é nosso amigo, eai nos perdemos no tempo e deixamos passar coisas simples como essas.
 
Bom, o natal aqui é comemorado em dois dias. Vale lembrar que em muitos lugares no Brasil pode ser feito dessa maneira também, e, até na minha casa nos comemoramos. Mas aqui é bem mais intenso. Eu me sentia em um filme de sessão da tarde. 
 
Na noite do dia 24, nos reunimos na casa da irmã mais velha do Chris com alguns amigos da família. Tinha bastante comida, karaoke, e muitos presentes. (eu ganhei chocolate a rodo, hehehe).
A única foto que eu tenho que preste sobre esse dia, é a minha com o Chris e os filhotes da Stephanie. Esses são Lorenzzo e Lucia, que vocês já conhecem do facebook. 
Fui dormir super tarde para acordar tarde no dia seguinte. Eu sou o tipo de pessoa que detesta esperar, principalmente quando envolve breakfast americano e presente. Curiosidade e’ meu sobrenome. Então, levantei por volta das 10.
A mãe do Chris montou uma mesa bem bonitinha para nosso café. 
Adivinha? Bacon, ovos, batata e bagels. Bagels é um tipo de pão e acha em qualquer lugar de NY!
_______
Esses são as nossas meias de natal. Cada morador da casa tem uma meia dessas, com doces, chocolates e gift cards. Os meus tinham alem das guloseimas, gift cards do subway e michael, que é uma loja de artesanato que eu amo daqui!
_____
 
Esta é a nossa árvore de natal, que eu já mostrei lá no FB. Linda ne? A maioria dos presentes já tinha saído. Aqui eles tem o costume de dar presente para todo mundo. Desde a dona do salão de beleza, até a mulher que faz a sua unha. 
_____
 
Preciso contar uma coisa para vocês: Todo munda já tinha recebido milhões de presentes. As crianças tinham um saco enorme recheado de coisas, por exemplo. Eu estava com 3 do meu lado, louca para abrir, mas ninguém deixava. A desculpa era que tinha que esperar e esperar e esperar. De repente, a Jordyn, outra irmã do Chris, disse: De quem são esses presentes? LARISSA!!! SÃO DA LARISSAAAA!!!
 
Atras desse monte tinha mais quatro caixas com sneakers. Galera, foi muita coisa! Eu nunca ganhei tanta coisa de uma só vez. Mais da metade foi o próprio Chris que me deu, e o restante as irmãs e os pais. Eu chorei, chorei e chorei. O pai do Chris chorou junto comigo, porque ele sabia que era um natal diferente. 
 
 
Falando em pai do Chris..
 
 
Ele ganhou alguns presentinhos como blusa e coisas pequenas. Depois que todo mundo tinha aberto seus presentes, o Chris e o Petter foram buscar o REAL presente do Dad Meyer. Na verdade, ele ganhou uma TV de 60 polegadas, e essa foi a reação dele quando ele percebeu o que era:
Me contem nos comentários sobre o natal de vocês pessoal!
Estou curiosíssima para saber!!
 
Prometo responder todo mundo, beijo. 

[:]

4 Comentários

Você também poderá gostar de:

Oii meninas! Bom, continuando nosso bate papo sobre a minha primeira semana aqui…
 
O Chris fez 28 anos dia 10/12/2013. Fomos com o resto da família ate um restaurante bem legal (e louco) com uns asiáticos. Tinha um homem que cozinhava na nossa frente, fazia bastante dinâmica, dava uns gritos que me assustava as vezes, mas era bem legal. Lá, eles tem o costume de jogar sake (aquela bebida japonesa), bem de longe, dentro da sua boca. E ele fica jogando, e jogando, e jogando.. só quando você pede para parar, ele realmente para. 
Uma coisa que não posso deixar de contar, é o meu mico na frente de todo mundo. Tudo bem que eu já lavei prato de papelão e o Chris e a mãe dele riram muito de mim, mas o prato era durinho, eles entenderam que eu so queria ser legal. Mas o que eu vou contar pra vocês agora, aconteceu com a família toda junta, em volta da mesa para o jantar de aniversário do Chris. Vamos lá.
A Maddie, sobrinha fofa do Chris, me mostrou uma foto de um dog no cel. E eu fui dizer “fofo que nem o seu filhote” e eu disse: cute like your poopie. Porém, poopie eh coco e PUPPY eh filhote. Ou seja, eu disse, fofo que nem seu coco. IMAGINA a minha cara quando todo mundo me olhou estranho e começou a rir descontroladamente? Pois é
Agora, preciso fofocar pra vocês as coisas mais legais, bizarras e estranhas desse lugar.
To amando cada segundo aqui, e acho que o que eu mais vou sentir falta e da água quente em todas as torneiras da casa. Aqui tem banheira também. E sabe quando você sai do chuveiro e fica morrendo de frio quando vai se secar? Aqui não tem essa! NO MOREEEE!! Eh só apertar um botãozinho, e sai ar quente do teto. Amor demais né meninas?
 
Uma coisa que eu achei bem bacana também, é o trânsito. Se você estiver no sinal vermelho, mas vai virar para a direita, você pode seguir em qualquer momento. Verde, vermelho ou amarelo. Se você está no sinal verde, mas vai virar a esquerda, quem está vindo na direção contrária tem prioridade, e mesmo que o sinal esteja verde pra você, você precisa esperar. Se ficar vermelho, azar o seu. hehehehe.
 
Uma coisa bizzarra, mas muito legal, é que tem uma loja de aluguel de carros de limousines em cada esquina. Sabe aquelas lojas de carros tipo ford, que tem nas ruas e dentro dos shopping no Brasil ? Elas não ficam trancadas durante a madrugada? Pois é! Aqui, fica tudo aberto, no estacionamento ou pátio da loja. Eles não trancam nada, porque aqui, os crimes são investigados até o fim, então ninguém rouba, arranha, nem NADA! Fiquei de cara. No Brasil você deixa seu carro na rua com alarme, guarda, arame farpado, e mesmo assim roubam em segundos.. ai eu chego aqui e vejo uma loja deixando BMW, porsche, camaro e afins, na rua.. WTF..
 
Outra coisa.. Aqui tem muito carro que no Brasil é luxo. Camaro e BMW, aqui tem a rodo. E menina, é tudo MUITO barato. Isso porque estou falando de carros, deixa chegar na parte das roupas e sapatos que vocês vão pirar!
 
Quando fui no shopping pela primeira vez, passamos em frente a Forever XXI e eu nem percebi. Só me toquei quando o Chris me balançou em direção a loja. Tinha anúncios de vestidos por 10 dólares e botas com 50% de desconto. Parada, respirei fundo e disse:
 
_OK, vamos embora daqui.
 
O Chris olhou pra mim e disse: 
 
_Por que? Vamos, você tem que entrar.
 
Eu tentei dizer pra ele que isso seria uma falha eterna na minha vida, tirando os anúncios tentadores, todo mundo falava dessa tal loja. Não adiantou. Entramos. Soltei a mão dele e fui andando de arara em arara, me apaixonando cada vez mais pelas roupas, mas sem olhar os preços pra não surtar de vez. Deus, porqueeeeeeee eu não sou ricaaaaaaaaaaaaaaaaaa. Mas, eu precisava mesmo de uma bota baixa e preta, porque a minha de salto, não tava vingando na neve não. Me encantei por uma, e pegamos por 25 dólares. Na hora de voltar para o caixa, esbarrei na minha blusa mais quentinha e preferida ate agora. Não teve jeito. Os dois gostaram, levamos. Os mimos saíram por 50 dólares mais ou menos. Fiquei de cara, porque são coisas boas e que certamente não acharia barato no Brasil. A bota, por menos de 250 eu duvido. 
No próximo posto quero contar para vocês sobre nossa árvore de natal e mostrar as fotos dessa produção. E ah! Não me deixem esquecer de falar sobre a festa de cookies!!
 
Se quiserem saber algo dos EUA, me enviem a pergunta/sugestão no facebook, email ou comentário. Vou adorar responder todas vocês, e compartilhar essa incrível historia! Beijo.
6 Comentários

Você também poderá gostar de:

Hey guys!! Hoje faz oito dias que estou aqui, e acreditem se quiser, parece que moro nesse lugar há anos. Como vocês sabem, estou usando um notebook emprestado, e o teclado e’ todo em inglês, então não me culpem caso tenha muitos errinhos no post. Outra coisa, também estou sem photoshop, então vai ficar bem simples quando tiver fotos anexas 🙁 sniffff..
 
Bom, voltando..
 
Desembarquei em NY as 9 da noite, e fui buscar minhas malas. Eu nem tinha chego na esteira, e ja vi Suzye (mami do Chris), Chris e Eddie me esperando. Chris segurava flores, Suzye chorava e Eddie filmava. Otimo. Lindo!
 
As malas demoraram para chegar, então aproveitei para falar sobre o voo (chato, e cansativo, bleh), e contar sobre a temida sala da imigração.
 
Quando sai do aeroporto que tive meu primeiro contato com o frio. Gente, sem noção, e’ uma coisa de louco.. acho que com o tempo a gente acostuma depois, mas o primeiro impacto e’ realmente assustador.
 
No caminho pra casa paramos no Mc Donalds para pegar algo rapido. Não sei se vocês sabem, mas americanos não tem o costume de comer em casa, então, não tinha janta.. Decidi por um mc wrap delicioso.
 
Depois de alimentada e quentinha no meu novo quarto, Chris me chamou no quarto dele para dizer que comprou algumas coisas para mim. A primeira caixa que abri, tinha uma luva fofa e uma meia quentinha que apenas tirei do pé quando o Chris tava ao ponto de surtar! 
Juro que antes de sair de casa no Brasil, pensei: preciso comprar uma luva.. e voila!
Depois, abri uma caixinha que tinha uma blusa de frio roxa e uma legging exatamente do meu tamanho. Como ele conseguiu acertar, nem imagino.,.
Ai, peguei a caixa maior. Ja dava pra saber que era de sapato, e quando abri tinha um sneaker branco e roxo!
 
A pedido do Chris, deixei o pacote maior e mais fininho por ultimo. Nem imaginava o que era, mas quando abri..
Da pra acreditar que quando a Bruna Vieira do blog Depois dos Quinze mostrou isso depois da viagem dela a Buenos Aires eu queria tipo MUITO? Pedi ajuda do Chris pra comprar, já que tava tudo em inglês.. A resposta dele foi que tinha esgotado o produto. Fiquei triste, mas ele disse que poderíamos encontrar outra coisa depois e … olha só! Ele disse que esgotou só para me dar de presente! Confesso que esse caderno de ilustração e’ muito inlove!

No dia seguinte, acordei bem preguiçosa por volta das 10hrs. Até me perguntei quando poderia ter neve, mas voltei a me concentrar na cama quentinha no mesmo instante. Quando finalmente levantei, A-DI-VI-NHA! Tinha uma mar branco no meu quintal. Sai correndo pela casa, dizendo que precisava ir na neve. A Suzye e o Chris acharam muito engraçado e ficaram rindo de mim enquanto eu me empacotava pra ir pro frio.

No próximo post vou contar pra vocês sobre o jantar de aniversário do Chris, e os meus primeiros micos, heheheheeheheheh.
12 Comentários

Você também poderá gostar de: